O Beijo do Vampiro

O Beijo do Vampiro é uma telenovela brasileira, produzida pela Rede Globo e exibida no horário das 19 horas, entre 26 de agosto de 2002 e 2 de maio de 2003, em 215 capítulos, substituindo Desejos de Mulher e sendo substituída por Kubanacan. É a 64ª “novela das sete” exibida pela emissora. Foi escrita por Antônio Calmon com colaboração de Álvaro Ramos, Eliane Garcia, Lilian Garcia, Maria Helena Nascimento e Mauro Wilson, direção de Marcos Paulo, Roberto Naar, Luiz Henrique Rios, Edgard Miranda e Paulo Silvestrini, direção de núcleo de Marcos Paulo e direção geral de Roberto Naar e Marcos Paulo. Foi a primeira telenovela infanto-juvenil exibida no horário noturno da emissora, uma vez que antes as produções de Angélica voltadas a este público – Caça Talentos e Bambuluá – iam ao ar de manhã. Contou com as participações de Flávia Alessandra, Thiago Lacerda, Guilherme Vieira, Thiago Farias, Marco Ricca, Bianca Byington, Julia Lemmertz e Cecília Dassi.
Enredo
No século XII, o vampiro Bóris Vladescu (Tarcísio Meira) era obcecado pela princesa Cecília (Flávia Alessandra) e assassina seu noivo, o conde Rogério (Thiago Lacerda), para deixar o caminho livre, embora a moça decida se matar também para fugir dele. Oitocentos anos depois Bóris está casado com Mina (Cláudia Raia), uma vampira ciumenta e frustrada por não conseguir ter um filho. Quando uma moça com quem tinha um caso fica gravida e falece no parto, Bóris decide roubar um recém-nascido na maternidade e abandonar em um orfanato, colocando seu próprio filho no lugar sem que ninguém saiba para que este ficasse protegido da ira de Mina até o dia em que seus poderes se desenvolvessem. Treze anos se passam e Bóris precisa urgentemente encontrar o filho para a raça dos vampiros não se extinga por conta de uma maldição. Ele descobre que o herdeiro, Zeca (Kayky Brito), foi criado por Lívia e Beto, as reencarnações de Cecília e Rogério – este último a quem ele mata novamente em um desastre de avião. Livia decide então reconstruir sua vida em Maramores, onde mora sua mãe, Zoroastra (Glória Menezes), que tem grandes poderes para manipular poções. Zeca fica grande amigo do sem-teto Renato (Thiago Farias), o verdadeiro filho de Lívia, que fugiu dos maus-tratos do orfanato e desperta na moça um inexplicável sentimento de afeto. Bóris chega em Maramores sob o pseudônimo de Igor Pivomar, disposto a conquistar a amada e o filho. Porém ele tem que lidar com o promotor Augusto (Marco Ricca), o único capaz de chamar a atenção de Lívia e que vive em guerra com Armando (Eduardo Galvão), um ganancioso empresário que quer destruir a parte histórica da cidade para construir um shopping. Augusto é pai de Gui (Bernardo Castro Alves) e Beatriz (Cecília Dassi) – garota temperamental que se torna o grande amor da vida de Zeca – e o maior objeto de desejo da cunhada Marta (Júlia Lemmertz), mulher ao maior estilo “madrasta má” que, em dado momento, se torna vampira e se une com Bóris para prejudicar o casal. Rodrigo (Alexandre Borges) também entra na briga pelo coração de Lívia após ser possuído temporariamente por Bóris e perceber que ela é dona de seu coração, irritando sua ex-namorada, a sensual Lara (Deborah Secco), que não aceita ser passada para trás e acaba sendo “vampirizada” pelo sedutor e inescrupuloso Victor (Gabriel Braga Nunes). Há ainda a virginal Ciça (Bianca Castanho), que namora Roger (Mário Frias) e é amada em segredo pelo médico Carlos (Sérgio Menezes), mas sente-se atraída mesmo por Victor, que acaba se tornando obcecado por ela a ponto de sugar sua energia vital e deixa-la cada vez mais fraca, no limite da vida. Na cidade também mora a humilde Lúcia (Maytê Piragibe), que fora estuprada na adolescência quando morava na roça e que tem medo de se entregar para Baratão (Celso Bernini) pelos traumas do passado. Já Galileu (Luis Gustavo) é um caça-fantasmas dos velhos tempos, que terá que lidar com o surgimento de vários novos vampiros, como a médica Petra (Rosane Gofman) e a destrambelhada Amélie (Betty Gofman), comparsa nas armações de Mina e que se envolve com o filho do caçador, o músico frustrado Bartô (Tato Gabus Mendes). Em meio a toda confusão que se torna Maramores, Zeca precisa aprender a lidar com as estranhas sensações e mudanças sobrenaturais que estão acontecendo com a chegada da adolescência, transformando-o em um vampiro de poderes sem iguais. Entre o primeiro amor que vive com Beatriz, a família que cresceu achando que era sua e a revelação de que é herdeiro do mais poderoso dos vampiros, o rapaz viverá novas e fascinantes aventuras.
Saiba mais sobre a telenovela O Beijo do Vampiro