0

Carrossel de 04 a 08 de Março de 2019

Segunda, 04 de Março Capítulo 148

No dia seguinte, Carmen e Maria Joaquina convidam Marcelina e Laura para contar a novidade. As meninas se animam com a ideia de montar um salão de beleza. A patricinha diz que quer levar o plano a sério e decide que o salão será na casa abandonada. As garotas acham que não será uma boa ideia montar um salão na sede da Patrulha Salvadora, mas Maria Joaquina não quer desistir. Marcelina avisa as amigas que os meninos não estarão lá durante o dia todo. Jaime, Paulo, Kokimoto, Daniel e Cirilo decidem ir jogar futebol. Os garotos vão até à casa de Mário e o convencem a jogar junto com eles. Ao terminarem a partida, os meninos decidem ir à casa de Cirilo fazer um lanche. Na casa abandonada, as meninas terminam a decoração para o salão de beleza. Maria Joaquina batiza o lugar de “Espaço MJ” e convida todas as amigas para serem suas clientes. Os meninos se reúnem na casa de Cirilo e comemoram a vitória que tiveram no jogo. Cirilo vai ao quarto e chama Maria Joaquina, pela janela, para contar sobre os gols que fez, mas percebe que a patricinha não está em casa. As meninas começam a receber as primeiras clientes no salão. Do lado de fora da casa, Maria Joaquina se espanta com a fila gigante de meninas que querem ser atendidas. A riquinha decide contratar Valéria, Bibi, Margarida e Alícia para ajudarem no atendimento. Os meninos chegam à casa abandonada e se espantam com o que encontram. Eles não gostam da ideia das meninas terem transformado o esconderijo em salão de beleza. Os garotos colocam todas as clientes para fora. As meninas ficam furiosas com a atitude dos amigos. Os garotos dizem que elas não tinham autorização para fazer isso. Daniel avisa que teoricamente as meninas não estão erradas, pois também fazem parte da Patrulha Salvadora. Os meninos dão a ideia de montarem uma loja de videogame. Para ser justo, todos decidem dividir o local. Davi leva sua tartaruga para passear e seu mascote acaba fugindo da caixa. Os meninos preparam os acessórios para abrirem a loja. E as meninas arrumam o salão de beleza, do outro lado da casa. Os clientes começam a chegar. Davi avisa dona Sara (Lilian Blanc), que perdeu a tartaruga Relâmpago. Chateado, o garoto diz que não vai conseguir achar seu animal de estimação. Sua avó fala para o neto pedir ajuda aos seus amigos. O garoto liga para Valéria e conta o que aconteceu. A namorada acalma Davi e diz que irá chamar a Patrulha Salvadora para ajudá-lo.

Terça, 05 de Março Capítulo 149

Valeria conta para Daniel o que aconteceu com Davi. O garoto aciona a Patrulha Salvadora, mas todos estão envolvidos com a loja de games e o salão de beleza. Renê e Helena vão à sorveteria. A professora sente saudade de seus alunos e imaginam o que estejam aprontando. Daniel pede que a Patrulha Salvadora se reúna. O garoto avisa que Davi precisa da ajuda dos amigos. As crianças querem continuar a cuidar dos negócios, mas Jaime tem a ideia de dividir a turma. Uma parte irá ajudar Davi e a outra fica na loja e no salão. Adriano avisa os amigos que a loja de videogame está se espalhando pela internet e Jaime fica preocupado. A Patrulha Salvadora chega à casa de Davi para ajudá-lo a procurar Relâmpago. O garoto fala aos amigos o quanto gosta de sua tartaruga. Enquanto isso, na casa abandonada, as crianças estão exaustas de tanto trabalhar. Elas se espantam ao saber que fora da casa tem uma fila de clientes que querem devolver os jogos de videogame e receber o dinheiro de volta. Na praça, a Patrulha Salvadora procura Relâmpago, mas não o encontram. Triste, Davi vai embora e seus amigos o acompanham. Ao chegarem à casa do garoto, sua avó pergunta se conseguiram encontram a tartaruga. Ao olhar no aquário, dona Sara percebe que Relâmpago está lá. Davi estranha e lembra que ao sair de casa para passear com o mascote, sua mãe o chamou e ele esqueceu de pegar Relâmpago e saiu com a caixa vazia. Apesar da distração do amigo, a Patrulha Salvadora fica feliz que tudo tenha terminado bem. Na casa abandonada, as meninas limpam a bagunça que fizeram. Laura cai e esbarra em um tijolo que cai e abre um buraco na parede. As meninas acham um diário velho.

Quarta, 06 de Março Capítulo 150

Na casa abandonada, Maria Joaquina, Laura, Valéria e Alícia encontram um diário velho, mas não acham a chave para abri-lo. As meninas se perguntam sobre quem será a dona do diário. As meninas vão à casa de Cirilo para pedir ajuda a José, pois acreditam que ele poderá ajudar abrir o misterioso diário. O pai de Cirilo consegue abrir o cadeado. Na casa de Maria Joaquina, as amigas se reúnem para ler o diário. A patricinha dá início à leitura e as garotas descobrem que o caderno pertence a uma garota, de oito anos, chamada Lola (Mharessa Fernanda). A menina morava com seus pais Olga (Renata Brás) e Laércio (André Fusko). O primeiro dia que Lola escreveu em seu diário, ela contou sobre a morte de seu irmão mais novo, ele havia morrido a uma semana de difteria. Laura achou a história triste e as meninas questionaram o que seria essa doença e, aproveitando que estavam na casa de Maria Joaquina, resolveram perguntar a Miguel o que seria difteria para entender melhor a história. O doutor explica que a doença é algo muito sério e que hoje em dia existem remédios para o tratamento, mas que no passado quando alguém tinha essa doença, era algo que causava muita preocupação e que muitos não conseguiam sobreviver. Após a explicação de Miguel, as amigas entendem que o diário é antigo, provavelmente dos anos de 1930. Alícia continua a ler a história e as amigas descobrem que Lola e sua família viveram numa época de guerra, onde Getúlio Vargas ainda era presidente do Brasil.
No diário, a garota contava sobre como seus pais eram rígidos e demonstravam preocupação com a proximidade da guerra. Um dia, Laércio comunicou à família que havia sido convocado para servir ao exército durante a guerra. Lola ficou muito triste. Clara percebe a concentração das meninas e pergunta o que estão fazendo. Valéria diz que estão falando sobre a Segunda Guerra Mundial. A mãe de Maria Joaquina conta as meninas sobre essa época. Valéria fala para as meninas irem até a casa abandonada e buscarem mais pistas sobre Lola. Chegando ao local as meninas começam a procurar algo que remeta a garota, mas, enquanto isso, Alícia continua lendo o diário para ajudar nas pistas. Lola conta que no período que seu pai ficou na guerra os dias se tornaram difíceis e o quanto gostava de ir à sorveteria. No mesmo momento Valéria encontra um cartão de uma loja e as meninas percebem que é de uma antiga sorveteria e que provavelmente é a mesma que Lola visitava com seus pais. Paulo, Kokimoto e Jaime conversam sobre as meninas. Os garotos acham as meninas muito chatas. Marcelina escuta e não concorda com os amigos. Alícia conversa com o dono da sorveteria que costumam frequentar, mas o homem diz que não conhece a antiga sorveteria. As meninas se desanimam e pensam que não conseguirão mais pistas. Valéria continua lendo o diário.

Quinta, 07 de Março Capítulo 151

As meninas descobrem que Lola (Mharessa Fernanda) recebeu uma carta de seu pai com a notícia de que estava tudo bem e que eles estavam ganhando a guerra. Firmino encontra com as garotas e diz que está sentindo falta de todos os alunos. As meninas o convidam para conversar e tomar um chá. Na casa do porteiro, Laura deixa escapar sobre a história de Lola. As amigas contam a Firmino sobre o diário que acharam e mostram o objeto e o cartão da sorveteria ao porteiro. Firmino, ao olhar o cartão, diz que conhecia essa sorveteria e que foi lá quando era mais jovem. Valéria, Alícia e Maria Joaquina vão à casa de Jaime e pedem ajuda ao amigo. As garotas contam ao garoto que a mecânica de seu pai era uma sorveteria no passado. Rafael confirma a história e diz que o antigo dono do imóvel deixou um baú cheio de coisas guardadas. As amigas ficam felizes e pedem para ver o objeto, assim poderão procurar pistas no baú. Alícia encontra uma caixa que tem cravado na madeira o nome de Lola. Maria Joaquina abre o objeto e encontra um kipá e desconfiam que a garota fosse judia. Dentro da caixa as meninas também encontram uma foto e uma carta que diz: “Sr. Antônio da sorveteira, confio muito no senhor como amigo, por isso peço que esconda essa caixinha num lugar bem seguro. São coisas importantes de uma família que está hospedada na minha casa. Eles chegaram da Europa e estão muito assustados, lá estão acontecendo coisas terríveis. Eles não querem que ninguém saiba que estão aqui e muito menos que são judeus. Por favor, me ajude a guardar este segredo e as lembranças desta família. Assinado, Lola”. Valéria conta para as amigas que um dia Davi lhe contou que nesta época os judeus foram muito perseguidos. As garotas decidem voltar à casa abandonada para procurar mais pistas. Elas abrem a passagem secreta e descobrem debaixo de uma cama um desenho com o nome da família que ficou abrigada na casa de Lola. Maria Joaquina quer achar mais respostas e volta a ler o diário. Certo dia Lola escreveu que um soldado havia aparecido em sua casa com a notícia de que seu pai estava muito ferido e que logo seria enviado de volta. As garotas conversam e ficam chateadas por Lola. De repente, Paulo chega na casa abandonada e pergunta o que elas estão fazendo ali. As garotas dizem que estão em um encontro de meninas. O encrenqueiro avisa que ficará de olho e vai embora.

Sexta, 08 de Março Capítulo 152

Valéria acredita que Suzana tenha trancado Helena na sala dos professores. Graça vê Helena sentada e chorando na praça. A professora explica o que viu e todos ficam irritados com Renê e Suzana. Triste, Renê chega ao colégio e conta a Firmino o que aconteceu. O porteiro tenta acalmá-lo, mas Renê acha que não terá volta. Firmino fica furioso e diz a Renê para ele não desistir. Cristina não acredita que Renê tenha culpa no que aconteceu e acha que a história está muito mal contada. Helena diz que não quer ver Renê por um bom tempo. Firmino conta a Olívia o que aconteceu com Helena e Renê. Furioso, Renê vai à casa de Suzana e pede para conversar com a megera. Irritado, o professor jura que se a professora continuar perseguindo ele e Helena, a denunciará. O namorado de Helena vai até a casa de Helena, mas Valéria impede que ele entre e bate a porta na sua cara. Cristina aconselha Helena a não ver Renê nesse momento. A professora decide ir atrás de seu namorado, pois quer saber o que ele tem a dizer. Helena encontra Renê na praça e diz que está disposta a ouvir as explicações do amado. Olívia fica preocupada com a situação do relacionamento entre Renê e Helena e pede para Firmino ajudar os dois de alguma maneira. Renê explica o motivo de ter planejado tudo e mostra as passagens que havia comprado para os dois viajarem de trem. O professor jura que Suzana o pegou de surpresa e que ele não queria aquele beijo. Renê fala a Helena que todo o amor que sente é dela. O casal se beija. Valéria conta a todos que viu os professores se beijando. Helena diz que está magoada. O professor diz que a história deles não pode acabar por causa de Suzana. Helena diz a Renê que precisa pensar. Ao voltar para a sua casa, Helena diz a todos que eles deram um tempo. Firmino encontra Renê na praça. O professor diz que Helena entendeu o que aconteceu, mas não o perdoou. No dia seguinte, Davi conta a Jaime a história da noite anterior. Irritada, Valéria acredita que Renê seja culpado por tudo o que aconteceu. Triste, Helena confessa a Cristina que não sabe se fez a escolha certa. Sua mãe conta que as histórias de amor não são perfeitas e quando o amor é verdadeiro, ele passa por cima de todos os obstáculos. Cirilo tenta acalmar Valéria. O garoto faz a espoleta menina entender que Helena e Renê só ficarão felizes juntos. Cirilo dá a ideia de eles escutarem a versão do professor. Os amigos encontram Renê na sorveteria. As crianças estão dispostas a ajudar o professor a reconquistar Helena e contam o plano que tiveram a ele. Em sua casa, Helena não para de pensar em Renê. Adriano visita sua professora e diz que não gosta de vê-la triste, Helena promete que tudo ficará bem. Renê adora a ideia das crianças e todos decidem colocar o plano em prática. Após uma aposta na loteria, José Rivera se torna milionário e compra um mini carro, semelhante ao de Jorge, para seu filho. Então, os alunos planejam uma corrida entre Cirilo e Jorge, mas com medo de perder, Jorge contrata seus primos para estragar o carro de Cirilo e adapta o seu para atrapalhar o garoto durante a disputa. Maria Joaquina descobre o plano de seu amigo e decide ajudar, de forma secreta, Cirilo na corrida. Portanto o garoto vence a competição, descobre a verdade e recebe um beijo de Maria Joaquina, que se torna sua amiga. Os pais de Carmem fazem as pazes e Frederico consegue um bom emprego, Mário Ayala reconcilia com sua madrasta Natália e se tornam amigos, Adriano resgata Chulé após uma tentativa desesperada de fuga, Valéria e Davi fazem um juramento de casamento, Margarida pede Daniel em namoro mas o garoto recusa e entram em consenso, Matilde viaja para África em uma missão espiritual, Tom e Glória se mudam para o interior, o pai de Clementina a leva para morarem juntos, Abelardo volta para casa após fugir com Paulo e os alunos descobrem que, no passado, a casa abandonada era residência de uma família judia que estava fugindo da Segunda Guerra Mundial. A prova final dada por Olívia assustou Cirilo, Mário, Laura, Paulo e Jaime. Em uma tentativa desesperada de roubar o teste, eles são observados por Firmino, que os ajudam a estudar. De forma honesta, todos os alunos são aprovados porém Jorge, para se vingar de sua derrota na corrida, avisa a diretora sobre a tentativa do roubo. Entretanto, Firmino explica aos pais que não houve nenhuma injustiça e as crianças são perdoadas. Helena e Renê se casam em estação de trem. Suzana quer se vingar de Helena, que está namorando Renê, e envia fotografias para os pais dos alunos uma vez que é proibido o relacionamento entre professores. Em uma discussão entre Suzana e Helena na sala dos diretores, Valéria, que presenciava a situação, ativou o microfone da escola e todos descobriram a história. A professora foi demitida e ficou vigiando os planos de Renê e Helena. Nas férias, as crianças descobrem que a mãe de Olívia sofre de alzheimer e por isso, a diretora é tão severa. Os alunos preparam uma surpresa para elas e as emociona. Olívia pede desculpa por ter sido tão brava e reconhece o amor dos alunos. Renê prepara uma surpresa para Helena porém Suzana os atrapalha, prende sua inimiga e segue o professor para tentar conquistá-lo. Após conseguir se soltar, Helena vai até o local de encontro, a ferroviária, mas surpreende Suzana o beijando à força. A professora foge de Renê e se sente traída. Os alunos tentam ajudar os dois e preparam uma surpresa: as crianças colocam placas soletrando as frases “me perdoa” e “casa comigo”. Helena se emociona e aceita o pedido. Renê e Helena se casam em uma estação de trem. A novela termina em um sonho das crianças sobre o futuro: Daniel funda um centro de ajuda às crianças carentes sob o nome de Patrulha Salvadora; Kokimoto muda-se para o Japão e se torna um samurai; Paulo se elege à deputado federal; Marcelina trabalha como assessora pessoal de seu irmão; Alícia conduz-se à carreira de piloto; Bibi se estabelece na carreira de atriz; Jorge, solitário, fiscaliza os valores da bolsa; Carmem realiza seu desejo de ser professora; Jaime segue como futebolista; Mário se torna veterinário; Davi casa com Valéria, apresentadora de televisão, e é pai de trigêmias; Laura integra-se como novelista; Adriano constrói sua estação lunar; Margarida trabalha como modelo e Maria Joaquina é sua estilista, agora casada com Cirilo, neurocirurgião. FIM

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *